Los Angeles: Griffith Park dá show

Por Mario Teixeira

Los Angeles, 2 de Agosto de 2013 - Há aqueles que dizem que Los Angeles é uma cidade feia e poluída. Outros que a defendem como a mais rica, do estado mais rico.. e, portanto, com seus encantos de bela dama. Independente do que diz cada corrente, Los Angeles é única. Seja pelas colinas de Hollywood ou por suas casas de subúrbio, a cidade cheira a cinema e glamour a cada quarteirão. Como não se recordar do belo e teatral desempenho de Gloria Swanson, em Sunset Boulevard, assim como a bela musa Terpsicore, de Xanadu, em seu passeio por Santa Monica? Mais que uma cidade, ela é referência na cinematografia internacional.

O primeiro dia em LA foi tumultuado. Afinal, marinheiros de primeira viagem, acabamos fazendo rotas erradas, estacionando em um parking público, a US$ 12 até às 19h. Achamos que após isso seria gratuito e recebemos uma multa de US$ 53, por estarmos além do horário permitido. A Catedral de Los Angeles, que o GPS insistia em dizer que estava em um ponto da cidade, não estava lá. Em meio a alguns engarrafamentos acabamos nos atendo a dois pontos programados: Parque Griffith e Santa Mônica.

 

PARQUE GRIFFITH

O Parque Griffith foi parte do Rancho Los Feliz, de uma família espanhola, mas foi em 1880, quando o especulador Griffith Jenkins Griffith comprou parte do Rancho. Após visitar inúmeras cidades europeias, onde havia grandes parques, decidiu, em 16 de dezembro de 1896, doar parte do Rancho para a construção de um parque que representasse a grandiosidade de sua cidade. Até hoje o parque impressiona pelas trilhas que inspiram inúmeros atletas e pelo visual da cidade.

Griffith Observatory
2800 East Observatory Road
Los Angeles, CA 90027

Eu, Antonio Costa e Dalton Schmidt na entrada do Griffith Park, com o famoso letreiro das colinas de Hollywwod ao fundo.

 

A bela construção do Observatório

O primeiro telescópio do Griffith Park

 

O primeiro projetor do planetário

 

Jardim em frente ao Planetário. Na coluna estão cientistas envolvidos com a pesquisa dos astros, como Nicolau Copernico;

 

A bela e poluída cidade de Los Angeles, vista a partir da cúpula do Observatório

 

SANTA MÔNICA

A cidade podia atrair apenas por ser o final da Rota66, que corta os Estados Unidos de Leste a Oeste, mas Santa Mônica atrai por seu charme irresistível e pela beleza de seu parque margeando o oceano e pelo Promenade do Pier de Santa Monica, destino turístico de milhões de pessoas, durante todo o ano, dos mais variados países. Com boas atrações, ela transformou o seu pier em símbolo da revitalização do turismo local. Atualmente, como parte das comemorações dos 100 anos do pier, ele passa por uma série de reformas estruturais, inclusive com a mudança das traves de madeira de seu piso.

O carrossel é a principal atração do antigo salão de baile da cidade, na entrada do pier

 

O Pacífico Park oferece atrações para todas as idades

 

A Roda Gigante se ilumina durante a noite, para atrair ainda mais a atenção do público

 

E o sol se põe na praia, deixando os banhistas ansiosos pelo novo dia

 

O estacionamento à beira mar.

 

Aproveitei para começar, oficialmente, a comemorar os 51 anos, num ótimo restaurante mexicano chamado El Cholo.

Comente sobre Los Angeles.

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!